O nim (Azadirachta indica) é uma espécie de origem asiática que vem sendo amplamente disseminada no Brasil. Entretanto, suas características fungicida, moluscocida, acaricida, nematicida e principalmente inseticida está inquietando pesquisadores a respeito dos possíveis efeitos letais e ou subletais que essa espécie poderia causar nos insetos que compõem o grupo de agentes polinizadores mais importantes do planeta.

Pesquisas foram então realizadas visando investigar as consequências apresentadas pelas colônias de Apis mellifera perante plantios de nim em florescimento. Em apiários implantados na Caatinga (Sobral, CE) e na Mata Litorânea (Horizonte, CE), próximos e distantes de plantios de nim, foi investigada a evolução da área de crias durante o período de florescimento do nim e a mortalidade das crias de operárias postas em áreas demarcadas nas colmeias.

Apis mellifera scutellata na Flórida

As colônias próximas ao plantio de nim apresentaram, em média, uma maior área de crias do que as colônias de locais com ausência de A. indica, indicando que o nim colabora com o estímulo à postura da rainha. A mortalidade das crias nos dois ambientes (Caatinga e Mata Litorânea) onde havia a presença de nim foi significativamente maior do que nos ambiente com ausência de A. indica.

Esses dados indicam que A. indica foi a espécie responsável pela maior mortalidade das crias de operárias. Entretanto, apesar da relativa toxicidade do nim, a presença dessa espécie nos biomas estudados colaborou positivamente para o desenvolvimento das colônias, já que estimulou o incremento na postura da rainha de tal forma que promoveu um saldo positivo na população de crias das colônias estudadas.

Realização: Risco Sobre Polinizadores e Perspectivas de Sua Utilização em Polinização. Efeito do Nim (Azadirachta indica) para as Abelhas Africanizadas (Apis mellifera)

Autores: José Everton Alves e Breno Magalhães Freitas

Write a comment

Dúvidas? Fale com a gente